jusbrasil.com.br
23 de Outubro de 2019

Guia Rápido: Seu TCC em 7 passos Simples!

Maria Helô, Advogado
Publicado por Maria Helô
há 2 anos

A cada semestre, milhares de alunos passam por grandes dificuldades na hora de fazer um TCC. Muitos desses alunos desistem no meio do caminho, alguns sentem dores de cabeça, febre, já outros alunos sentem todos esses sintomas juntos e ficam totalmente perdidos sem saber o que fazer.

Hoje você vai ver o passo a passo de como fazer o seu TCC do início ao fim em poucos dias, sem perder noites de sono ou finais de semana.

01: Tempo e informação em excesso só atrapalham

Começar cedo pode ser importante, mas não é essencial para o seu TCC. As pessoas adoram prazos longos porque adoram adiar ações e decisões importantes. Se você encurtar os prazos e se concentrar, vai produzir mais. O mesmo acontece com informações em excesso.

Quando você está exposto a muitas informações, sua atenção fica dispersa e você não consegue mais processar os dados com qualidade.

As pessoas justificam sua preferência por prazos longos com base em uma suposta preocupação com a qualidade. Algo do tipo: se eu tiver mais tempo, posso produzir algo melhor. É mentira!

Lembre-se: Tempo é desperdiçado na proporção de sua abundância! (Adoro essa frase!)

02: Escolher o tema em 3 passos

Tudo começa pelo Tema, claro. Mas, e quando o aluno não sabe que Tema escolher?

Passo 1: a pior coisa que ele pode fazer é pedir sugestões. E a melhor coisa a fazer é escolher um assunto que desperte o seu interesse.

Passo 2: você deve verificar se existem informações disponíveis sobre o assunto.

Passo 3: verifique se o assunto tem relevância, ou seja, impacto sobre uma realidade específica.

As perguntas que você precisa responder para validar o seu Tema:

• O que me interessa ou pode ser útil para minha vida?

• Existe conteúdo disponível sobre o assunto?

• Esse assunto tem relevância?

03: Pare de procurar referencial teórico antes de saber o que você vai escrever

Se você ainda acredita que só vai conseguir fazer o seu TCC quando encontrar um modelo com Tema ou Assunto idêntico ao do seu trabalho, você sofre de Miopia de Conteúdo! E isso pode ser grave.

A Miopia de Conteúdo é um distúrbio da cabeça e da visão dos alunos que pensam que só conseguirão escrever se tiverem modelos prontinhos, com o mesmo assunto e abordagem do seu TCC. E, na verdade, isso pode ser uma tremenda roubada.

Você não precisa de um modelo idêntico ao seu trabalho, ou, como eu costumo dizer, um modelo muleta. Você precisa é de Referencial Teórico! Ou seja, de conteúdos que abordem os conceitos básicos do seu tema ou assunto.

DICA IMPORTANTE: Esqueça a Wikipédia!!

04: Objetivos específicos definem o que você vai escrever

Muitos alunos costumam repetir: “Eu não sei o que escrever no meu TCC.” Essa dúvida também está relacionada à estrutura básica do TCC. Enquanto o Problema de pesquisa e os Objetivos não forem definidos, a dúvida vai continuar.

O Problema de pesquisa é a questão central a ser investigada no trabalho e os Objetivos Específicos a etapas de desenvolvimento dessa investigação.

Portanto, os Objetivos Específicos, uma vez definidos, dizem claramente ao estudante O Que Ele Deve Escrever no TCC.

O Método do TCC Sem Drama apresenta exatamente como montar essa estrutura básica e porque ela corresponde a 70% do seu TCC.

05: Introdução do TCC

Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar?

A Introdução do seu TCC é a própria apresentação prévia do seu TCC. A sua Introdução deve ter (preferencialmente nesta ordem):

• Apresentação do tema/contexto (o tema do seu TCC não é simplesmente “jogado” no texto. Ele deve ser apresentado em um contexto. Deve ser esclarecido para o leitor, que pode não conhecer o tema tão bem quanto você.)

• Delimitação do tema e justificativa (restrição do tema, para que ele possa ser investigado e justificativa, ou seja, porque investigar o tema, qual é a importância do seu assunto. Você precisa convencer o seu leitor de que o seu tema é mesmo importante.)

• Problema (a base de todo o conteúdo do seu TCC. O problema é a pergunta de pesquisa que você vai responder.)

• Objetivos (o objetivo geral é o seu problema na afirmativa e com um verbo à frente: identificar, analisar, avaliar… e os objetivos específicos são as etapas para alcançar o seu objetivo geral.)

06: Desenvolvimento e a diferença entre apresentar e analisar informação

O desenvolvimento do seu TCC deve ter capítulos diretamente relacionados aos seus Objetivos Específicos.

Cada capítulo corresponde ao desenvolvimento de um Objetivo Específico. E esse é o momento de apresentar as informações da sua pesquisa e analisar as informações. Cuidado! São tarefas diferentes. Apresentar é simplesmente colocar o seu leitor a par da informação.

Analisar a informação é estabelecer relações entre variáveis, apresentar causas e consequências. Muitos alunos apresentam um gráfico que diz, por exemplo, que 60% dos consumidores de um produto são mulheres. E, na análise das informações do gráfico o aluno simplesmente repete que 60% dos consumidores são do sexo feminino e 40% do sexo masculino. Isso é óbvio!

Analisar é dizer qual é o impacto disso nas técnicas de vendas do produto, por exemplo.

07: Cuidado com o TCC Frankenstein

Alguns trabalhos de conclusão de curso são verdadeiras colchas de retalho. Parecem um Frankenstein, ou seja, pedaços de pessoas diferentes costurados sem o menor capricho. É o famoso copiar e colar. Cuidado! O Professor Amilton Quintela alerta para o fato de que o texto do TCC deve ser coeso. Ou seja, as ideias e argumentos devem se complementar.

A dica do Professor? Monte um roteiro antes de escrever os seus capítulos. Imagine o seu texto e encaixe os referenciais na sua estrutura de argumentação.

Não faça o contrário! Alguns alunos copiam e colam vários referenciais e depois tentam dar sentido ao texto. Isso é péssimo.

Essas Dicas são trechos do E-book COMO FAZER O SEU TCC EM 7 PASSOS Se você deseja acessar o ebook completo gratuitamente, basta CLICAR AQUI para fazer o download.

Com seu Método Inovador e Técnicas Exclusivas, o Professor Amilton já ajudou Milhares de Estudantes, no Brasil e fora do país (Angola, Portugal, Estados Unidos, Japão, entre outros) a terem os seus Trabalhos Aprovados e Realizarem o Sonho da sua Formatura.

2 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Parabéns Maria Heloisa, um artigo fácil e bem elaborado!

Att. Carlos Eduardo Vanin continuar lendo

Acho também que se a pessoa não consegue nem mesmo introduzir uma apresentação com suas próprias palavras, vale considerar fazer um curso intensivo de literatura e redação com professor particular. Ninguém leva a sério isso no Colégio. Acha que por milagre, ao conhecer as regras de português, irá escrever bem, só que não. A arte de escrever bem vem da redação e literatura. Num curso intensivo particular (isso mesmo, aula particular com um professor, igual a gente fazia quando ficava de recuperação), será possível acabar com esse bloqueio. Uma vez iniciado o trabalho, seu desenvolvimento e conclusão serão intuitivos e muito "coesos" como você diz. Sobre o TCC copia e cola, vale lembrar que uma banca mais rígida e séria pode até considerar o trabalho um plágio e te dar um ZERO bem redondo. Infelizmente, hoje no Brasil caiu em desuso tirar nota baixa e qualquer um "passa" em qualquer coisa, na ilusão de achar que aquele péssimo desempenho nunca irá afetá-lo. Engano. Pode sim afetar. Um TCC mal feito não poderá ser refeito, nem escondido, nem escusado. Ficará na sua sombra pra sempre. E poderá sim te atrapalhar a arrumar bons empregos, especialmente na própria área acadêmica. Reconhecer um defict de aprendizagem não é vergonhoso. É uma atitude de inteligência. E eu sei pela qualidade do que vejo na escrita dos jovens, que 90% está deficitário em redação. E não é só a técnica que faz falta. Também a inspiração, o estilo e coisas que só a Literatura pode oferecer. Se reconhecer que esse possa ser seu caso, e contratar um professor dessa área, valerá a pena. Tai uma coisa boa a se fazer durante o prazo estendido. Depois, sabendo de onde vem e pra onde vai, num prazo curto você fará um excelente trabalho seguindo todas as dicas desse artigo continuar lendo